Esporte e Lazer Melhores Produtos

Melhor tênis para escalada: 6 dicas para você escolher o seu

Melhor tênis para escalada

Não há temas tão sensíveis quanto a escolha do melhor tênis para escalada. Em suma, essa decisão enfrenta muitos dos paradigmas dos praticantes de esportes. Por exemplo, preferências de marcas, de estilos, de ajustes, de conforto e, além disso, as opiniões de amigos e autodeclarados especialistas no assunto (que, muitas vezes, não possuem conhecimentos técnicos, mas demonstram uma certeza inabalável).

Em princípio, um bom tênis para escalada auxilia qualquer esportista a realizar um projeto eficiente. A saber, o trabalho dos pés, bem como o repertório dos movimentos, são fundamentais para manter o ritmo de sua escalada. Veja mais detalhes a seguir!

1. Fique atento às marcas

Salvo raríssimas exceções, o mais indicado, ao escolher um tênis para escalada, é prestar atenção ao modelo apropriado para você. Antes que se decida, esqueça as sugestões alheias, mantendo-se focado em encontrar o produto que, de fato, se ajuste ao seu nível de escalada.

Pois, não é conveniente se “apegar” a uma determinada marca. Em vez disso, concentre-se em realizar uma boa compra. Como se sabe, existem marcas que se consagraram no mercado, de modo que muitos atletas e escaladores a recomendarão.

Igualmente, confira quais são as que estão mais presentes, tanto em lojas virtuais quanto em físicas. Eventualmente, serão essas marcas que, por possuírem uma demanda maior, merecem atenção no momento de sua procura.

2. Considere a morfologia dos seus pés

Do mesmo modo que, para selecionar tênis de corrida é preciso compreender o tipo de pisada que você possui (além do formato específico das plantas dos pés), é imprescindível considerar esses aspectos ao escolher o seu tênis para escalada.

Sob o mesmo ponto de vista, seu técnico, ou amigo, podem ter indicado alguma marca e modelo apropriados para tipos de pés diferentes dos seus. Isto é, ainda que a pessoa tenha viajado para experimentar todos os modelos existentes, formulando teorias próprias, elas se aplicam somente aos pés dele.

Em contrapartida, avalie a morfologia dos seus pés antes de fazer uma compra. Pelo contrário do que muitos pensam, o tênis para escalada certamente dará uma “apertadinha” em seus dedos, a fim de garantir que eles fiquem juntos e você tenha mais precisão.

Contudo, é indispensável saber qual é a forma deles. Ademais, no design de calçados, há 4 tipos de formas gerais: polinésio, grego, romano e egípcio. Logo depois de saber a sua morfologia, basta procurar o tênis que melhor se adapte a ela.

Assim, por mais que você tenha lido em alguma mídia ou algum “sabe tudo” de sua bolha social mencionem regras diferentes, lembre-se: os calçados devem se adaptar aos seus pés, e não o contrário.

3. Defina o estilo de escalada que você vai realizar

O elemento mais importante em um tênis para escalada consiste no fato de eles não terem nenhum espaço vazio nas pontas. Entretanto, isso é fácil de entender: quanto mais os seus pés deslizarem (em função de espaços vazios) tanto menor será a sua precisão ao escalar.

Porquanto, ao ficar com os seus pés escorregando, você sempre terá uma sensação desagradável, além de instabilidade física. Primordialmente, a junção de ambos os fatores impactará negativamente o seu rendimento.

De tal forma que os fabricantes costumam desenvolver os seus modelos segundo o tipo da escalada na qual os tênis serão utilizados. Conquanto cada estilo requer um modelo adequado, é possível encontrar produtos mais simétricos, mais curvados, mais pontudos (conhecidos tecnicamente como “ponta agressiva”), dentre outros.

Em outras palavras, é imprescindível compreender, conforme mencionado, o estilo de escalada e a morfologia de seus pés. Afinal, é a partir desses conceitos que os designers elaboram os produtos.

Às vezes, quando insistimos em fazer com que os nossos pés se adéquem a calçados não recomendáveis ao formato dos nossos pés, as dores são intensas e a frustração, por sua vez, exponencialmente maior.

Mas, tenha em mente que o menor dedo (o popular “dedinho do pé”) é o que exerce menos pressão. Já que isso é válido para todas as pessoas, os tênis para escalada devem ser escolhidos, em grande medida, pela pressão exercida entre os outros dedos.

Melhor tênis para escalada

4. Selecione o tipo de amarração ideal

Similarmente, a depender da modalidade escolhida, a amarração pode se tornar um aspecto vital para assegurar a melhor escolha. A fim de que os consumidores tenham diversas opções, os maiores fabricantes da atualidade possuem inúmeros modelos de amarração.

Em conclusão, a imaginação dos desenvolvedores e designers corre solta nesse quesito. Enquanto não inventarem algo novo, as amarrações existentes continuam sendo o cadarço, o sliper e o velcro.

Por mais que interfira na estética do produto, o tipo de amarração deve seguir a sua personalidade. Seja como for, ela não influencia significativamente a morfologia dos pés ou o estilo de escalada.

5. Analise o material de revestimento

Os materiais de revestimento do seu tênis de escalada é muito importante. Não negligencie esse fator. Só para ilustrar, dada a gama de materiais usados nessa indústria, os mais diversos são empregados nos tênis para escalada.

É provável que os tênis sintéticos, entre todos, sejam os que mais apresentam materiais diversificados (que seguirá crescendo à medida que a indústria dos calçados esportivos se desenvolve). Enfim, é imprescindível conhecer os tipos de revestimentos básicos dos tênis para escalada:

  • Tecidos sintéticos: não possuem boa respirabilidade, porém, são relativamente mais duros e desconfortáveis. O material, em contato direto com os pés, não proporciona conforto. A menos que você não se importe e ficar com os pés suados, o ponto positivo é que esses tênis raramente laceiam;
  • Couros (naturais ou sintéticos): possuem boa respirabilidade. No entanto, criam odores ruins (ou “chulé”), laceando com o tempo. Por consequência, um dos maiores benefícios encontra-se no fato de se moldar rapidamente ao formato dos pés dos usuários. De maneira idêntica, são calçados extremamente confortáveis, mesmo quando ficam um pouco apertados.

6. Verifique o tipo de borracha do solado

Com o intuito de atender bem aos consumidores, há diversas marcas que se empenham a criar, exclusivamente, modelos de solados. Outrossim, todos os fabricantes apresentam certos elementos em comum nos seus modelos.

Por fim, o principal aspecto compartilhado por todos os modelos de tênis para escalada (sejam nacionais ou importados) vendidos no mercado é que os solados variam entre 3,5 mm a 4 mm.

Comentar